Sítio dos Anjos

Benção e inauguração da Capela Nossa Senhora de GuadalupeBenção e inauguração da Capela Nossa Senhora de Guadalupe - Sitio dos Anjos - Ribeirão Pires - São Paulo - 11/12/2016 Estamos dentro da primeira Catedral que Deus criou: a natureza. Assim a chamou o escocês John Muir, pai do movimento ecológico, ao deparar com o esplendor espetacular da floresta dos Redwoods na Califórnia, em meados do século XIX. Nós não temos Redwoods e não somos nenhuma Califórnia. Mas, nossa “Catedral”, nascida dentro da catedral original da natureza e que leva o nome de Nossa Senhora de Guadalupe, não deixa de ser, na sua simplicidade e originalidade arquitetônica, uma obra icônica espetacular. Muitas mãos se deram para que esse sonho utópico pudesse se realizar. Mãos carinhosas e mãos calejadas pela dureza da vida. Mãos amorosamente escondidas; felizes em trabalhar no silêncio e no anonimato. Mãos sonhadoras e mãos sábias na arte de criar do nada a beleza encantadora que nos salva do tédio. E da falta de sentido para nossas vidas. Mãos que, das riquezas adquiridas, ainda quiseram fazer parte de um sonho solidário. E mãos que tinham nada. Porem, desse nada, deram aquilo que nem possuíam.

Veja a postagem completa em nosso artigo em PDF.   clique aqui